quinta-feira, 3 de dezembro de 2020

Assembleia aprova projeto do Governo do Estado para distribuir chips de internet para estudantes

A Assembleia Legislativa aprovou nesta quinta-feira (3) a mensagem do Governo do Ceará que autoriza o Poder Executivo a adquirir e distribuir pacotes de dados de internet móvel para alunos da rede estadual de ensino público – Fundamental, Médio e Superior. Conforme o governador Camilo Santana anunciou no último dia 9 de novembro, cerca de 347 mil estudantes serão contemplados com chips de dados de internet com um pacote de 20GB mensais. A medida segue agora para sanção do governador e publicação no Diário Oficial do Estado para entrar em vigor.

O investimento do Tesouro Estadual será de R$ 29.415.157,20 nos primeiros seis meses. “Isso significa oportunidade para os nossos jovens aprenderem mais, estudarem mais e cada vez mais a gente ter orgulho. A única forma de reduzir as desigualdades é dar educação pública de qualidade. Acreditamos no poder da educação na transformação das pessoas”, explicou o governador na ocasião do anúncio do benefício. O governador comunicou ainda a intenção de transformar a iniciativa em uma política pública permanente.

O texto enviado ao Poder Legislativo explica que o projeto de lei está fundamentado na necessidade de assegurar o direito constitucional à educação e amenizar o impacto social e pedagógico no ensino público estadual, decorrente da suspensão das atividades presenciais nas escolas e nas instituições de ensino superior estaduais por conta da pandemia do novo Coronavírus. Com isso, fica garantido aos estudantes acesso a internet e, consequentemente, às estratégias e plataformas virtuais disponibilizadas aos alunos, tanto de ensino superior quanto da rede pública estadual de ensino.

O novo benefício vai atender a 338 mil estudantes do 6º ao 9º do Ensino Fundamental e 1ª ao 3ª do Ensino Médio das escolas públicas do Estado, somados a 8.959 alunos de baixa renda que cursam o Ensino Superior nas universidades Estadual do Ceará (Uece), Regional do Cariri (Urca) e Estadual Vale do Acaraú (UVA), além do Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec) e das Faculdades de Tecnologia Centec (Fatec). A ação é coordenada pela Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará (Etice) e secretarias da Educação (Seduc) e Ciência, Tecnologia e Educação Superior (Secitece).

Pagamento indevido: cearenses que receberam auxílio emergencial irregular serão cobrados por SMS

Os cearenses que solicitaram e recebem o auxílio emergencial de forma irregular precisam ficar de olho. O governo federal deve enviar, ainda este mês, mensagens de celular a 2,6 milhões de pessoas que receberam auxílio emergencial sem ter direito ao benefício. O objetivo é pedir que esses beneficiários devolvam o dinheiro aos cofres públicos.

Segundo informações do Ministério da Cidadania, mais de R$ 1,5 bilhão seriam recuperados se cada um desses beneficiários acionados devolvesse, ao menos, uma parcela de R$ 600.

Ao todo, o ministério prevê o envio de quase 5 milhões de mensagens de celular “considerando a possibilidade de enviar uma mensagem de reforço para o público que não proceder com a devolução após o recebimento da 1ª SMS”.

No mês passado, o governo divulgou que a lista de beneficiários irregulares incluía pessoas com rendimentos acima do limite, com cargos eletivos, militares, servidores públicos, ou mesmo CPFs com alguma irregularidade.

É importante lembrar que quem recebe o benefício indevidamente, sem se enquadrar nos critérios do governo, pode responder criminalmente pela infração. Para realizar a devolução, basta acessar o site devolucaoauxilioemergencial.cidadania.gov.br.

Vacina CoronaVac estará disponível no Brasil em janeiro, afirma diretor do Butantan


Esta é uma imagem da vacina Coronavac
Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan, afirmou que a vacina contra o coronavírus estará disponível no Brasil já em janeiro de 2021. A declaração foi dada em entrevista à Globo News na manhã desta quinta-feira, 03.

"A vacina estará disponível e o registro na Anvisa, acredito eu, também estará disponível. Então, poderemos iniciar um programa em janeiro, de vacinação”, afirmou o diretor.

A CoronaVac, vacina produzida pelo laboratório Chinês SinoVac, em parceria com o Butantan, já está em fase final de testes para aprovação da Anvisa. Em outubro, o ministro da saúde chegou a anunciar a compra da CoronaVac, mas a medida foi vetada horas depois pelo presidente Jair Bolsonaro. A vacina chinesa também não entrou no Plano Nacional de Imunização contra a Covid-19, anunciado na terça-feira, 01. Apesar disso, o governo de São Paulo já firmou a compra de 46 milhões de doses da vacina.

Dimas Covas também falou sobre as suspeitas do governo federal com a vacina chinesa. “Com o financiamento do Ministério ou sem o financiamento do Ministério, essas 46 milhões de doses serão utilizadas no começo do próximo ano”

O diretor do Instituto ainda afirmou que pensa em formas alternativas caso a vacina não entre no Plano Nacional de Imunização. “Não faz nenhum sentido, do ponto de vista da responsabilidade pública, atrasar o uso de uma vacina disponível e pronta, já registrada na Anvisa. Iremos trabalhar junto com os estados, se for o caso, junto com os municípios, para que isso aconteça".

Com informações do O Povo.

São Paulo vence lanterna Goiás em jogo adiado e assume liderança da Série A

Legenda: Brenner soma 18 gols pelo São Paulo em 31 jogos na temporada
Foto: Rubens Chiri / São Paulo

O São Paulo assumiu a liderança da Série A do Campeonato Brasileiro. Em partida atrasada nesta quinta-feira (3), venceu o Goiás por 3 a 0 em Goiânia. Assim, chegou aos 44 pontos: dois a mais que o vice-líder Atlético-MG.

O time esmeraldino segue na lanterna, com 16. Em 23 jogos, venceu apenas três na competição.

O jogo

Marcando o rival no campo de ataque, o São Paulo começou o jogo empurrando os goianos para a própria área. Aos poucos, os donos de casa começaram a errar. Aos 19, o primeiro gol saiu. Em boa recuperação no campo de ataque, a bola sobrou para Igor Gomes, que livre na entrada da área, teve tempo para dominar e chutar forte.

O gol e a fragilidade do adversário, por incrível que pareça, fizeram mal ao São Paulo e esse é o problema do time de Fernando Diniz. A equipe poderia ter acelerado para tentar definir o resultado ainda na primeira etapa, mas optou por futebol burocrático, pouco inspirado, desanimado - nem parecia que o jogo estava valendo a liderança.

O intervalo fez muito bem ao São Paulo. O time voltou com ânimo renovado e aos três minutos ampliou o placar após linda triangulação entre Luciano, Gabriel Sara e finalização precisa de Brenner - 18º gol do atacante em 31 jogos.

O São Paulo, desta vez, não desacelerou. Perdeu alguns gols, mas chegou ao terceiro aos 37. Vitor Bueno entrou na área com a bola, tocou para Tchê Tchê, que rolou para Hernandes tocar na saída de Tadeu.

Padre Glauberto se despede de Pedra Branca no dia 1º de janeiro, novo pároco já foi nomeado


Glauberto Alves é pároco da Paróquia São Sebastião e está cumprindo isolamento em casa (Foto: Pastoral de Comunicação da Diocese de Iguatu)

O Padre Glauberto Oliveira, atual pároco de Pedra Branca, se prepara para deixar a paroquia São Sebastião.

Segundo informações, Pe. Glauberto deve celebrar sua última missa no dia 1º de janeiro de 2021.

O vigário assumiu os trabalhos paroquiais substituindo o Pe. Antônio Menezes, que disputou as eleições 2020.

A diocese de Iguatu já publicou alteração do clero. Nomeando Pe. João Melo dos Reis, atualmente no município de Senador Pompeu, como novo pároco.

Assumindo seus trabalhos em Pedra Branca em 03 de janeiro.

Em suas redes sociais Padre Glauberto Oliveira fez o comunicado

"Estimados irmãos e irmãs da nossa amada Paróquia São Sebastião, saudações!

Compartilho com vocês que a Igreja é dinâmica, pois conduzida pelo Espírito Santo de Deus. Conforme as necessidades, a Igreja vai se ajustando para melhor servir. Quero agradecer a todos pela alegria do acolhimento à minha pessoa, nesse período que aqui servi.

Agradeço aos irmãos Pe. Antônio Menezes, Pe. José Castelo e Pe. Claudione Tavares pelo bom convívio e partilhas.

Deus os recompense a todos! E, ao mesmo tempo, em nome da Paróquia, acolho o novo Pastor dessa porção do Povo de Deus que está em Pedra Branca. Seja bem vindo, Pe. João Melo".

Com informações do Portal de Notícias CE.

Gusttavo Lima e Andressa Suita assinam divórcio e oficializam separação


Após dois meses do anúncio da separação, Gusttavo Lima e Andressa Suita oficializaram a decisão, assinando os papéis de divórcio. À revista Quem, a assessoria do cantor confirmou a informação.

Pais de Gabriel e Samuel, os dois casaram-se em 2015 e anunciaram a separação no início de outubro. Na época, a assessoria do cantor afirmou que o término "ocorreu após um desgaste normal da relação".

Ainda nesta semana, os fãs suspeitaram de uma possível reconciliação pois Gusttavo curtiu uma foto publicada por Andressa no Instagram. "Teremos volta?", comentou um seguidor.

Com informações do Diário do Nordeste.

Beto Barbosa lembra que só tinha 5% de chance de curar câncer e celebra saúde

Legenda: O cantor fez relato sobre a doença nas redes sociais
Foto: Reprodução / Instagram

Dois anos após começar seu tratamento contra um câncer de bexiga e próstata, o cantor Beto Barbosa, 65, relembrou os momentos pelos quais passou. Ele disse, por meio de uma conversa com seu médico, que na ocasião a doença só tinha de 5% a 10% de chance de cura.

Em relato pelas redes sociais, aconselhou as pessoas a nunca perderem as esperanças. Hoje, ele está totalmente curado. "Eu so tinha 5% a 10% de chances de cura, mas quando Deus quer, tudo é possível. Fiquei muito emocionado com o relato do Dr. Fernando Maluf. Ele tambem se emociona com meu caso. Então, gente, nunca devemos perder a fé em Deus", disse.

Na sequência, agradeceu por nunca ter desistido de lutar. Ele ainda tem três anos de tratamento, porém, são só cuidados para manter a doença longe de seu corpo. 

"Nunca devemos desistir de lutar, acreditar, viver e ser feliz. Deus existe e o câncer tem cura. Desta vez, deu certo. Os exames acusaram 100% de cura", comemorou.

O cantor Beto Barbosa se recuperou, mas durante o tratamento, porém, ele conta que não aguentava mais tanto sofrimento e que, em muitas oportunidades, pediu para morrer.

"O único medo que eu tinha era de sofrer. Eu estava tomando morfina direto. Alguns momentos, naquela UTI, pedia para Deus me levar, pois não aguentava mais sofrer tanto", disse em entrevista ao The Noite, no SBT.

De acordo com Barbosa, durante um ano o médico dizia para ele que o problema era uma infecção urinária. "Se tivesse descoberto um ano antes não tinha tirado próstata, bexiga, uma parte da uretra, uma parte do intestino", revelou.

Zezé Di Camargo canta e chora na missa de sétimo dia do pai, Francisco

Legenda: Zezé cantou em homenagem ao pai
Foto: Reprodução / Instagram

O cantor Zezé Di Camargo, 58, cantou em homenagem ao pai, Francisco, na missa de sétimo dia dele na noite da última quarta-feira (2). Ele estava acompanhado da mãe, dos irmãos e da mulher.

O momento foi de muita emoção. Luciano Camargo, que está com Covid-19, não conseguiu participar da cerimônia. O cantor sertanejo Felipe Araújo, muito amigo da família, também esteve presente.

Pai da dupla sertaneja Zezé Di Camargo e Luciano, Francisco José de Camargo morreu aos 83 anos, após 14 dias internado no Hospital Órion, localizado em Goiânia. De acordo com a nota de falecimento divulgada pelo hospital, Seu Francisco morreu às 23h05 em decorrência de instabilidade hemodinâmica e parada cardiorrespiratória.

O corpo de Francisco foi enterrado no Jardim das Palmeiras, em Goiânia. A cerimônia contou com a presença de Zezé Di Camargo, que tocou sanfona em homenagem ao pai. Muito emocionado, ele foi amparado pela mulher, Graciele Lacerda, e pelas filhas Wanessa Camargo e Camilla Camargo.

Senado aprova PL que estabelece vacina contra Covid-19 gratuita para população

Foto: Yasin AKGUL / AFP

O Senado aprovou nesta quinta-feira, 3, um Projeto de Lei (PL) que estabelece a disponibilização gratuita de vacina contra a Covid-19 para toda a população. O texto determina que a imunização é um direito de todos e dever da União, Estados, Distrito Federal e municípios. O projeto de lei estabelece ainda que o Sistema Único de Saúde (SUS) terá prioridade nas aquisições e na distribuição das vacinas contra a Covid-19, até que as metas de cobertura vacinal nacional sejam alcançadas. A matéria segue agora para análise da Câmara dos Deputados. 

O projeto estabelece que "grupos mais vulneráveis" devem ser priorizados na vacinação. Conforme o Estadão, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado revelou, idosos com 75 anos ou mais, profissionais de saúde e indígenas serão os primeiros a ser vacinados contra a Covid-19 no País, segundo cronograma apresentado na terça-feira, 1, pelo Ministério da Saúde em reunião com um comitê de especialistas e obtido pelo Estadão.

Versão mais 'light'

Conforme mostrou o Broadcast Político, o texto aprovado nesta quinta-feira é uma versão mais "light" do projeto apresentado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), que estabelecia critérios técnicos específicos para a entrega de doses e transferência de recursos para Estados e municípios.

Pela redação original, os repasses deveriam considerar tamanho da população, porcentual de população imune à doença e proporção de grupos vulneráveis em relação ao total da população. O relator da proposta, Nelsinho Trad (PSD-MS), no entanto, retirou os critérios detalhados e deixou a definição das regras para um regulamento a ser elaborado.

As regras, segundo o PL, devem ser baseadas em "informações e dados demográficos, epidemiológicos e sanitários". O governo deverá dar transparência aos critérios escolhidos e ouvir a comissão formada por secretários estaduais e municipais e o Conselho Nacional de Saúde. Informações sobre distribuição de doses e recursos também devem ser públicas e disponibilizadas online.

Não há, no entanto, um prazo para que o governo apresente o regulamento com os critérios de imunização. O texto original previa que o documento deveria ser elaborado em até 30 dias, mas o relator considerou "inconstitucional" determinar uma data.

Diagnóstico de câncer como o de Fátima Bernardes pode estar relacionado ao HPV; saiba mais

Fátima Bernardes
Legenda: Fátima Bernardes revelou estar com câncer no útero

A jornalista e apresentadora Fátima Bernardes, 58, anunciou nesta quarta-feira (2), em suas redes sociais ter sido diagnosticada com câncer de útero em estágio inicial. A publicação da apresentadora do "Encontro" acende alerta para a prevenção e para o acompanhamento de rotina com ginecologista.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca), a estimativa aponta que o câncer do colo do útero foi o quarto mais frequente em todo o mundo, com uma estimativa de 570 mil casos novos. No Brasil, em 2020, são esperados 16.710 casos novos, com um risco estimado de 15,38 casos a cada 100 mil mulheres.

O câncer de colo de útero, acometido pela jornalista, tem como principal causa a infecção persistente provocada pelo papilomavírus humano (HPV), um vírus sexualmente transmissível extremamente permanente. Segundo a ginecologista Camila Marques Azevedo, grande parte da população tem ou vai contrair o vírus.

As lesões precursoras de câncer em estágio inicial, a exemplo da Fátima Bernardes, são classificadas em baixo e alto grau, não apresentam sintomas, e normalmente são diagnosticadas em exames ginecológicos de rotina. Caso as visitas ao especialista não sejam frequentes, as chances de evolução para grave são aumentadas.

Na condição mais grave, a paciente pode identificar os sinais de câncer por meio de sangramento anormal, secreção com odor mau cheiroso e dor pélvica, a depender do tamanho da lesão ou o grau de comprometimento da pelve.

Prevenção

O ideal é manter a consulta ginecológica em dia. Para a mulher que apresenta exames normais e é saudável, uma visita anual ao consultório já é suficiente. Consultas a cada seis meses apenas por algum motivo específico e orientação médica. Os exames fundamentais na consulta são o Papanicolau, colposcopia e, se tiver acesso, ao teste PCR. O uso de preservativo durante as relações sexuais é fundamental para diminuir o risco de transmissão e infecção pelo papilomavírus humano.

camila marques
Legenda: Médica ginecologista Camila Marques alerta para o HPV como uma das principais causas de câncer no colo do útero

Contudo, a contaminação do HPV pode acontecer mesmo com o uso da camisinha ou contato íntimo sem penetração. "Digamos que o parceiro esteja com uma verruga na base do pênis, a relação sexual ocorreu com o uso do preservativo, ou o casal teve apenas um momento íntimo, o ato de encostar virilha com virilha é um risco de contaminação", alerta a ginecologista.

Uma questão relevante abordada pela especialista é que não existe julgamento relacionado a contaminação. A pessoa pode contrair o HPV na primeira relação sexual, ainda na adolescência, e o vírus se manifestar somente na vida adulta. Ou seja, o surgimento da doença em qualquer fase da vida, não significa que ela tenha sido transmitida pelo parceiro atual.

Ainda de acordo com o INCA, outros fatores que aumentam o risco de desenvolver esse tipo de câncer são o início precoce da atividade sexual e múltiplos parceiros; tabagismo (a doença está
diretamente relacionada à quantidade de cigarros fumados); e uso prolongado de
pílulas anticoncepcionais. 

Tratamentos

As lesões provocadas pelo HPV, precursoras do câncer de colo do útero em fase primária, são divididas em baixo e alto grau. Nos casos de baixo grau, a depender do grau de imunidade e da idade da paciente, ela pode ser acompanhada semestralmente com realização de exames de prevenção e colposcopia. Dependendo do caso, também pode ser realizado uma cauterização química por meio de medição específica ou elétrica.

Nas lesões de alto grau, a indicação é a chamada conização, que é a retirada cirúrgica da lesão com recomendação para a biópsia. Segundo Camila Marques, a cirurgia é considerada simples. Porém, ressalta que nenhuma cirurgia ou medicação tira o fator de risco da pessoa - que é o HPV. 

"O procedimento elimina a lesão, mas o vírus HPV causa raiz e o fator de risco para o desenvolvimento do câncer pode permanecer ou não", pontua a ginecologista.

Recuperação

Os tratamentos com cauterização são realizadas em consultório. Logo após o procedimento, a paciente está apta a retomar suas atividades rotineiras normais. O retorno médico de trinta a quarenta dias e, dependendo da cicatrização, a vida sexual será liberada.

Já as lesões de alto grau, as quais exigem a conização, a cirurgia é simples, mas necessita de repouso de 30 a 45 dias. Após o retorno ao consultório em um mês, se estiver tudo bem, o médico libera para atividades normais, incluindo vida sexual.

Nos 15 primeiros dias, é indicado repouso absoluto. Após a primeira quinzena, evitar esforço físico, subir e descer escada, isso evita sangramento.

Vacina

De acordo com o Inca, existem duas vacinas profiláticas contra HPV aprovadas e registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e que estão comercialmente disponíveis. 

O Ministério da Saúde, em 2014, iniciou a implementação no Sistema Único de Saúde da vacinação gratuita contra o HPV em meninas de 9 a 13 anos de idade, com a vacina quadrivalente. 

"Quanto mais cedo você inicia a vida sexual, maior a probabilidade de ter algum problema mais jovem. O SUS quando implementou a vacina, priorizou adolescentes, exatamente porque quando eles estiverem com um pouquinho mais de idade todo mundo já tem entrado em contato com esse vírus", explica Camila Marques.

As vacinas são preventivas, tendo como objetivo evitar a infecção pelos tipos de HPV nelas contidos. Para mais informações, é possível acessar a site oficial do Inca.

A apresentadora Fátima Bernardes se afastou da apresentação do programa Encontro para se submeter a uma cirurgia. "Enquanto isso, aproveito o aconchego dos meus pais, filhos, do meu amor e dos amigos próximos. E já agradeço pelo carinho, pelas boas energias de todos aqui. Logo, logo estarei de volta para nossos encontros", concluiu.

Após inspeção, Ministério Público requer melhorias em Unidade de Semiliberdade de Iguatu


O Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Iguatu, expediu recomendação destinada à Superintendência do Sistema Socioeducativo (Seas) e à coordenação da Unidade de Semiliberdade de Iguatu, a fim de solucionar irregularidades constatadas na Unidade de Semiliberdade da cidade. A recomendação foi expedida no último sábado (26/11), após inspeção virtual realizada pelo MPCE, em 19 de novembro, conforme determina a Resolução nº 137 do Conselho Nacional do Ministério Público.

No documento, a titular da 3ª Promotoria de Justiça de Iguatu, promotora de Justiça Helga Barreto, recomendou à Superintendência do Sistema Socioeducativo que promova, no período de 45 dias, a reforma de todo o espaço físico interno e externo para que se apresente melhores condições de habitualidade e desenvolvimento das atividades esportivas e pedagógicas, conforme preconiza a Lei do Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo.

Foi requisitado, no prazo de 30 dias, que a superintendência elabore material e realize momentos de sensibilização com os profissionais responsáveis, principalmente junto às Comarcas que encaminham adolescentes à unidade, sobre a necessidade da emissão de guias de execução. O MPCE também orienta que seja elaborado modelo de política, programa ou ação voltado a concretizar o apoio ao egresso, que também deve receber o adolescente oriundo de unidade de semiliberdade do interior.

À coordenação da Unidade de Semiliberdade de Iguatu, o Ministério Público solicitou que sejam adotados todos os cuidados preventivos a fim de evitar a propagação da Covid-19. A higienização do espaço deve ser realizada com frequência, devendo todos utilizarem máscara, álcool em gel e lavar, sempre que possível, as mãos com água e sabão. A medição de temperatura também deverá ser realizada diariamente, cabendo a quem apresentar sintomas ou tiver contato com alguém contaminado ser posto em isolamento imediatamente.

Por fim, o MPCE requisita que seja elaborado material e projeto de sensibilização sobre a necessidade de continuidade e permanência no Serviço de Medidas em Meio Aberto, nos municípios de origem dos adolescentes, junto às equipes técnicas de referência das cidades atendidas pela unidade.

Com informações do Ministério Público do Ceará.

Fortaleza empata com o Corinthians pela Série A; veja como foi o jogo no Castelão

Legenda: Fortaleza e Corinthians protagonizaram partida muito equilibrada no primeiro tempo Foto: Kid Júnior / SVM

O Fortaleza empatou com o Corinthians por 0 a 0 nesta quarta-feira (2) na Arena Castelão. O duelo era válido pela 24ª rodada da Série A. Partida foi marcada por expulsões de Jô e Bruno Melo no segundo tempo, em lances de agressão. Os paulistas também reclamaram de susposto pênalti, não marcado pelo árbitro de vídeo (VAR). Na saída de campo, os atletas também protagonizaram muita reclamação.

O resultado deixa a equipe em 9º, com 30 pontos. O próximo compromisso é contra o Bragantino, sábado (12), às 17h, no estádio Nabi Abi Chedid, em São Paulo.

O Corinthians fica em 10º, com 30. O time encara o São Paulo, domingo (13), às 18h15, em Itaquera.

O jogo

O técnico Marcelo Chamusca armou o Fortaleza no 4-2-4, com Osvaldo e Romarinho aberto nas pontas. No início, o time pressionou bastante a saída de bola rival e tentou levar perigos com arremates da intermediárias, sem muito êxito.

No sistema ofensivo, David foi o mais participativo. O atacante fez papel de pivô e levou vantagem nos choques com Marllon. A grande chance, no entanto, foi de Osvaldo. Em escapada, fintou a marcação e bateu para defesa de Cássio.

O Corinthians ganhou volume com o tempo. Dominou a posse (61% x 39%) e exigiu intervenções de Felipe Alves. Na principal, Luan mandou no ângulo para defesaça do arqueiro aos 30.

Legenda: O Fortaleza perdeu chances em contra-ataque com Osvaldo
Foto: Kid Júnior / SVM

Na volta do intervalo, o panorama se manteve. O Corinthians aumentou o número de passes e buscou ditar o ritmo do confronto. Mais fechado, o Fortaleza apostou no contra-ataque. 

A oportunidade foi concedida aos 5. David venceu a marcação na velocidade e errou o domínio, desperdiçando chance. Cinco minutos depois, uma polêmica na grande área. Em choque entre Juninho e Gabriel, o volante dos visitantes pediu pênalti. A checagem do árbitro de vídeo (VAR) mandou seguir.

Chamusca então chamou João Paulo para melhorar a organização. O panorama foi mantido até os 35, quando Jô foi expulso em suposta agressão em Felipe - validado pelo VAR. Com um a mais, o Fortaleza achou espaço e pressionou, mas não conseguiu marcar. No último minuto, aos 50, Bruno Melo recebeu vermelho por agressão. Tudo igual.

Sarto reúne aliados da campanha antes de iniciar fase de transição

AL-CE
Legenda: Estiveram presentes na reunião representantes de 13 dos 16 partidos que apoiaram Sarto Foto: Foto: José Leomar

Apesar das expectativas sobre os primeiros movimentos de formação das equipes de transição e de Governo, a reunião entre o prefeito eleito de Fortaleza, Sarto Nogueira (PDT), e os dirigentes de partidos aliados não trataram do assunto. No encontro realizado ontem, na Assembleia Legislativa, o pedetista agradeceu o apoio das siglas durante a disputa eleitoral e aproveitou para confraternizar a vitória.

Movimento mais objetivo para a próxima gestão deve começar hoje, com a publicação do decreto do prefeito Roberto Cláudio (PDT) dando início à transição. “Nenhum partido fez ponderação (sobre o apoio) a não ser oferecer programa de governo para que analisássemos incorporar ao nosso. Alguns podem fazer oposição critica, mas fiz questão de fazer esse agradecimento”, enfatizou Sarto sobre o diálogo com as lideranças. 

O pedetista conseguiu articular apoio de 16 siglas no entorno de sua candidatura. Na reunião, representantes de 13 deles compareceram: PSB, Cidadania, PL, PSDB, PSD, Rede, DEM, PP, PCdoB, MDB, PV, Patriota e UP. Diagnosticado com Covid-19, Guilherme Sampaio, presidente municipal do PT, está em isolamento domiciliar e não participou da reunião. Já Renato Roseno, do Psol, conversou com Sarto por telefone. A representante do PTB não foi localizada, segundo o pedetista.

Transição
Diante dos dirigentes, Sarto ressaltou a expectativa que hoje seja publicado o decreto de transição. “Quando for publicado, iremos estabelecer a nossa equipe e ouvir órgão por órgão sobre as obras que estão em andamento, os recursos e os prazos. Essa equipe deve ser formada tão logo saia o decreto”, afirmou.

Paralelamente, Sarto manteve o mistério sobre a sucessão da Mesa Diretora da Assembleia, após sua saída da presidência que irá ocorrer somente no fim de deste mês. Ele afirmou que irá conversar com o deputado federal André Figueiredo (PDT), uma das lideranças do partido, para começar a discutir um nome dentro do PDT para sucedê-lo.

Secretariado
Já tratando da futura equipe de governo, Sarto não revelou nomes, mas disse que a regra para a escolha será “perfil e capacidade técnica”. Segundo ele, as escolhas poderão incluir também integrantes de partidos que o apoiaram durante a campanha. “A regra é ouvir e, evidentemente, quem for participar da gestão tem que ter capacidade técnica”, ressaltou.

O futuro chefe do Executivo municipal também sinalizou que “pode criar” mais secretarias durante a gestão. Uma das possibilidades é executar a lei que passa a dividir a Capital em 12 regionais, proposta já aprovada pela Câmara, mas que ainda não foi implantada. “Temos um norte, a ideia é preservar o que foi aprovado”, disse.

Articulações
Presente no evento, o presidente municipal do Progressistas (PP), Marcos Cals, demonstrou interesse em novos encontros para discutir possível participação na futura gestão. “Na próxima semana, podem haver reuniões individuais mais objetivas com os partidos, para ouvir cada um. Reunião com 13 dirigentes não dá para conversar sobre isso”, destacou. Cals reafirmou a posição na base de apoio do Governo.

Quem também participou do encontro foi o presidente estadual do PSDB, Luiz Pontes. Questionado se a aliança entre as duas siglas, com histórico de oposição no Estado, estará mantida no novo governo municipal, o tucano sinalizou positivamente. “Está. Firme e forte”, garantiu.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2020

Ator Eduardo Galvão é intubado na UTI por complicações relacionadas à Covid-19

Legenda: O último trabalho de Galvão na TV foi na novela "Bom Sucesso"
Foto: Reprodução / Instagram

Eduardo Galvão, 58, conhecido por personagens em diversas novelas da Globo, segue internado por complicações relacionadas à Covid-19. O estado de saúde do ator foi revelado por amigos no último sábado (28).

De acordo com a filha dele, Mariana Galvão, ele vem respondendo bem ao tratamento. "Meu pai está intubado, mas está estável", afirmou à reportagem. "As funções vitais funcionando bem, graças a Deus, recebendo a oxigenação que ele precisa e descansando para o pulmão conseguir desinflamar."

O hospital da Unimed-Rio, onde ele se encontra na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) não está divulgando boletins médicos sobre o ator e diz não ter autorização para passar informações sobre o estado de saúde do paciente.

Galvão estreou na televisão como o Régis de "O Salvador da Pátria" (1989), na Globo. Na emissora, participou de novelas como "Araponga" (1990), "A Viagem (1994), "Porto dos Milagres" (2001), "O Beijo do Vampiro" (2002), "Paraíso Tropical" (2007) e "Insensato Coração" (2011). A última participação foi em "Bom Sucesso", de 2019.

Ele também fez sucesso em seriados como "Caça Talentos" (1996), ao lado de Angélica e Ana Furtado. No SBT, esteve no elenco de "As Pupilas do Senhor Reitor (1995) e, na Record, mais recentemente, participou de "Apocalipse" (2017).

Humorista Rodela morre aos 66 anos após contrair Covid-19, em São Paulo

Rodela
Legenda: O humorista era conhecido pela habilidade de fazer inúmeras caretas em programas de TVFoto: Divulgação/SBT

O humorista Luiz Carlos Ribeiro, de 66 anos, mais conhecido na TV como Rodela, morreu, nesta quarta-feira (2), em São Paulo. Ele estava internado com Covid-19 há duas semanas no Hospital Geral de Guarulhos, na Grande São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do SBT.

"É com pesar que o SBT lamenta o falecimento do humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido como Rodela, nesta quarta-feira, 02 de dezembro. Nesta terça-feira, 01, foi confirmado seu diagnóstico para Covid-19. No início desta noite, foi submetido a hemodiálise e sofreu paradas cardíacas, vindo a falecer [...] O SBT presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família", informou a nota.

Carreira na TV

Conhecido pela habilidade de fazer inúmeras caretas, o humorista ganhou fama da televisão ao participar de programas de auditório. Sua estreia na TV foi no  programa Show de Variedades, em 1992, fazendo performances de comédia. Tempos depois fez participações em outros programas como 

Artista de rua de São Paulo, Rodela era conhecido pela habilidade de fazer inúmeras caretas. Ele ganhou fama na TV ao participar de programas de auditório.

Rodela também participou de A Praça é Nossa, tendo feito diversos quadros. Posteriormente, esteve no programa Show do Tom, também na TV Record.

Câmara aprova R$ 1,9 bilhão para compra e produção da vacina de Oxford

Legenda: Os recursos serão destinados para custear contrato entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde, e o laboratório AstraZeneca
Foto: AFP

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou, nesta quarta-feira (2), a Medida Provisória 994/20, que abre crédito extraordinário de R$ 1,995 bilhão para compra de tecnologia e a produção de uma vacina contra a Covid-19. Os recursos serão destinados para custear contrato entre a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde, e o laboratório AstraZeneca. A empresa desenvolve um imunizante em parceria com a Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Nesta quarta, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, já tinha afirmado que o Brasil vai começar a receber em janeiro de 2021 um lote de 15 milhões de doses da vacina do AstraZeneca. De acordo com Pazuello, as entregas devem ocorrer até fevereiro.

A matéria segue agora para análise do Senado, e precisa ser aprovada até esta quinta-feira (3) para não perder a validade. O projeto foi aprovado sem emendas ao texto original do governo, por votação simbólica, em sessão virtual. Em virtude da urgência do tema, a oposição retirou a obstrução aos trabalhos em curso há cerca de dois meses.

De acordo com a relatora, deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), do valor total da MP, ainda faltam R$ 400 milhões para serem aplicados. Dessa forma, a matéria precisa ser aprovada pelo Congresso para assegurar o repasse final de recursos.   

“Estamos votando uma medida provisória que traz a esperança de que possamos voltar a nos abraçar, a ter uma convivência e, principalmente, de que possamos salvar vidas no nosso País”, disse a deputada.

Segundo a MP, a transferência de tecnologia na formulação, envase e controle de qualidade da vacina será realizada por meio de um acordo da empresa britânica com a Fiocruz, vinculada ao Ministério da Saúde.

Com isso, caso a eficácia do imunobiológico seja comprovada, o Brasil deverá produzir 100 milhões de doses.

Acordo

O acordo entre Fiocruz e AstraZeneca é resultado da cooperação entre o governo brasileiro e o governo britânico, anunciado em 27 de junho pelo Ministério da Saúde. O próximo passo será a assinatura de um contrato de encomenda tecnológica, previsto para este mês, que garante o acesso a 100 milhões de doses do insumo da vacina, das quais 30 milhões de doses entre dezembro e janeiro e 70 milhões ao longo dos dois primeiros trimestres de 2021. Em todo o mundo, essa é uma das vacinas que estão em estágio mais avançado, já em testes clínicos com seres humanos.

Recursos

Do total de recursos a serem liberados, o Ministério da Saúde prevê um repasse de R$ 522,1 milhões na estrutura de Bio-Manguinhos, unidade da Fiocruz produtora de imunobiológicos. O objetivo é ampliar a capacidade nacional de produção de vacinas e tecnologia disponível para a proteção da população, segundo a pasta. Um total de R$ 1,3 bilhão são despesas referentes a pagamentos previstos no contrato de encomenda tecnológica. Os valores contemplam a finalização da vacina. 

O acordo prevê também o início da produção da vacina no Brasil a partir de dezembro deste ano e garante total domínio tecnológico para que Bio-Manguinhos tenha condições de produzir a vacina de forma independente.

Fátima Bernardes é diagnosticada com câncer de útero

Legenda: A apresentadora contou sobre o diagnóstico nas redes sociais
Foto: Reprodução / Instagram

A apresentadora Fátima Bernardes revelou na noite desta quarta-feira (2) ter sido diagnosticada com câncer de útero em estágio inicial em post no Instagram. 

Foto: Reprodução/Instagram

De acordo com a jornalista, a doença foi descoberta após série de exames de rotina. "Como sempre usei minhas redes com total franqueza e verdade, preferi eu mesma passar essa informação para todos que me acompanham". 

Cirurgia

Fátima contou ainda que vai se afastar da apresentação do programa 'Encontro' por uns dias para realizar uma cirurgia

"Enquanto isso, aproveito o aconchego dos meus pais, filhos, do meu amor e dos amigos próximos. E já agradeço pelo carinho, pelas boas energias de todos aqui. Logo, logo estarei de volta para nossos encontros", finalizou. 

Apoio do namorado

O namorado de Fátima, Túlio Gadêlha, publicou recado carinhoso para ela. "Você é mais forte do que pensa. Tudo será mais fácil do que imagina. Estamos juntos nessa, meu amor", escreveu.

Com dupla eliminação, Fla vê escapar cerca de R$ 220 milhões

A aposta do Flamengo para 2020 era ganhar tudo. Incluía-se aí evidentemente a Libertadores, o que lhe garantiria presença de novo no Mundial de Clubes. Mas, em duas semanas, tudo veio por água abaixo. Com a eliminação em duas competições, a outra foi a Copa do Brasil, o Flamengo perdeu a oportunidade de ganhar em torno de R$ 220 milhões.

Se o Rubro-Negro passasse pelo Racing, nas oitavas de final, repetisse 2019 e vencesse a Libertadores, embolsaria mais 18,5 milhões de dólares (aproximadamente R$ 96 milhões). Acrescente-se a isso a possibilidade real de contratos específicos que adviessem dessa conquista e patrocínios pontuais, por exemplo, para a decisão da competição.

Flamengo amarga duas eliminações, na Libertadores e Copa do Brasil, que vão incidir nas finanças do clube
Flamengo amarga duas eliminações, na Libertadores e Copa do Brasil, que vão incidir nas finanças do clube Foto: Reprodução

Segundo fontes do próprio clube, esses valores relacionados direta ou indiretamente a Libertadores poderiam chegar a R$ 130 milhões.

Depois, o eventual título do Mundial de Clubes acrescentaria mais 5 milhões de euros ao clube (R$ 31 milhões).

Um baque grande também se deu com a eliminação na Copa do Brasil. Ao sair dela nas quartas de final, o Flamengo jogou fora a chance de garantir R$ 7 milhões por sua participação na semifinal e mais R$ 54 milhões, dinheiro que será recebido pelo campeão, referente apenas à decisão. Ou seja, deixou escapar R$ 61 milhões.

Com os estádios vazios por causa da pandemia e, com isso, sem a receita das bilheterias, e um esvaziamento natural de sua relação com os sócios-torcedores, o Flamengo vai ter muitas dificuldades de fechar o ano no azul.

Dr. Cabeto faz contato com outros países para apressar vacinação contra coronavirus no Ceará

Dr Cabeto, secretária da Saúde do Ceará (Foto: Barbara Moira)
Foto Barbara Moira
O secretário da Saúde do Ceará, Carlos Roberto Martins Rodrigues, o Dr. Cabeto, informou nesta última terça-feira, 1º, que tem mantido contato com o estado de São Paulo, onde há produção e parceria com laboratórios de vacina para a Covid-19, além de também estar acionando outros países onde pesquisas são desenvolvidas. O titular da Secretaria da Saúde (Sesa) afirmou que pretende disponibilizar a imunização à população cearense "no tempo mais rápido possível".

A intenção, conforme Dr. Cabeto, é vacinar primeiro as pessoas de grupo de risco, "que precisam ser mais protegidos". Em vídeo divulgado pela Sesa, o secretário reforçou que a transmissão do novo coronavírus ainda está ativa e que são necessários cada vez mais cuidados sanitários para atravessar a pandemia no Estado.

Em crescimento desde outubro, o número de casos confirmados da doença tem se concentrado em Fortaleza e atingido uma população mais jovem, de menos de 50 anos. "80% dessas pessoas tem menos de 50 anos de idade. Isso faz com que a gente entenda, em parte, o porquê não aumentamos o numero de pacientes de forma significativa em UTI e leitos de enfermaria", explica Cabeto.

Com informações do O Povo.

Brasil terá 15 milhões de doses da vacina contra Covid-19 em janeiro, diz Pazuello

Legenda: O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, disse que um primeiro lote de 15 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 chegará em janeiro de 2021 Foto: José Dias/PR

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou nesta quarta-feira (2), durante audiência no Congresso Nacional, que o Brasil vai começar a receber em janeiro de 2021 um lote de 15 milhões de doses da vacina contra a Covid-19. As vacinas são do laboratório AstraZeneca. A vacina é desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). De acordo com Pazuello as entregas devem ocorrer até fevereiro.

Por enquanto, o Brasil mantém acordos garantidos para obter 142 milhões de doses de vacinas no primeiro semestre, sendo 100 milhões fruto da parceria da Fiocruz com o laboratório AstraZeneca e outras 42 milhões previstas no consórcio Covax Facility.

Alerta a laboratórios internacionais

Pazuello reforçou que são "uma, duas ou três" as opções de laboratórios que desenvolvem vacinas contra a Covid-19 com quantidade suficiente e um bom cronograma para atender as necessidades do Brasil. O ministro afirmou que existe muita publicidade relacionada às vacinas, mas que as propostas se mostram insuficientes após escrutínio.

"Ainda sobre vacinas, queria deixar uma coisa clara: ficou muito óbvio que são muito poucas as fabricantes que têm a quantidade e o cronograma de entrega efetivo para o nosso país. Quando a gente chega ao final das negociações e vai para cronograma de entrega, fabricação, os números são pífios", disse. "Números de grande quantidade [de vacinas] realmente se reduzem a uma, duas ou três ideias. A maioria fica com números muito pequenos para o nosso país."

"Uma coisa que a gente precisa observar é que há uma campanha, uma competição de produção, de venda, uma campanha publicitária muito forte. Então, uma produtora lança uma campanha publicitária de que já fez, está pronto, está maravilhoso. Quando você vai apertar, a história é bem diferente, como tudo na vida", disse o ministro.

"Na hora que você vai efetivar a compra, vai escolher, não tem bem aquilo que você quer, o preço não é bem aquele e a qualidade não é bem aquela. Então, quando a gente aperta, as opções diminuem bastante", completou.

Plano inicial de vacinação

Na tarde de terça-feira, o ministério lançou um plano inicial para a vacinação da população brasileira, que será dividido em quatro etapas. Os primeiros a receberem a vacina, provavelmente a partir de março, são profissionais da saúde, idosos a partir de 75 anos, a população indígena e quem vive em asilos ou instituições psiquiátricas e tenha mais de 60 anos de idade.

Na segunda fase, devem ser vacinadas pessoas de 60 a 74 anos. A etapa seguinte, a terceira, prevê a imunização de pessoas com comorbidades que apresentam maior risco de agravamento da doença. Nessa etapa não é possível dimensionar, com base nas estatísticas oficiais de demografia, quantas pessoas podem ser beneficiadas.

A quarta e última etapa deve abranger professores, forças de segurança e salvamento, funcionários do sistema prisional e a população privada de liberdade.

Covid-19: Reino Unido começa a vacinar população na próxima semana

Os resultados dos testes em massa da vacina da Pizer mostraram uma eficácia de 95% (Foto: JOEL SAGET / AFP)

A Agência Reguladora de Saúde e Produtos Médicos do Reino Unido (MHRA, a sigla em inglês) concedeu licença formal à vacina contra a covid-19 do grupo Pfizer/BioNTech. Com isso, o Reino Unido torna-se o primeiro país a começar a vacinar a população contra a doença, o que ocorrerá na próxima semana, informou o Ministério da Saúde britânico em comunicado. 

O Reino Unido fechou o acordo com a farmacêutica Pfizer para a compra de 40 milhões de doses.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, classificou como "fantástica" a aprovação do uso da vacina, salientando que ela vai ajudar as pessoas a recuperar sua vida.

Quero conteúdo exclusivo!
Assine OP+, nossa plataforma de multistreaming, e tenha acesso aos nossos colunistas, grandes reportagens, podcasts, séries e muito mais.

"É fantástico que a MHRA [sigla inglesa da Agência Reguladora de Saúde e Produtos Médicos] do Reino Unido tenha licenciado formalmente a vacina do grupo Pfizer/BioNTech contra covid-19. A vacina estará disponível em todo o Reino Unido a partir da próxima semana", disse Johnson no Twitter.

"É a proteção das vacinas que, no final, nos permitirá recuperar a vida e reiniciar a economia", acrescentou Johnson, que concederá hoje entrevista em sua residência em Downing Street.

A luz verde das autoridades do Reino Unido ocorre meses depois de testes clínicos rigorosos e extensa análise de dados por especialistas da MHRA. Eles concluíram que a vacina atendeu aos padrões estritos de segurança, qualidade e eficácia", disse o Ministério da Saúde britânico. Os resultados dos testes em grande escala mostraram 95% de eficácia.

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA) anunciou nessa terça-feira (1º) que realizará reunião extraordinária no dia 29 de dezembro, "o mais tardar", para dar, ou não, luz verde à comercialização da vacina da Pfizer e BioNTech.

A Pfizer disse que começaria imediatamente a enviar a vacina com estoque limitado para o Reino Unido, que as doses são escassas e inicialmente serão racionadas até que mais vacinas sejam fabricadas nos primeiros meses do próximo ano.

Embora o Reino Unido tenha encomendado a vacina Pfizer suficiente para 20 milhões de pessoas, não está claro quantas doses vão chegar até o fim deste ano. São necessárias duas doses, com intervalo de três semanas, para proteção.

O governo britânico já disse que os primeiros a receber a vacina serão os profissionais de saúde, seguidos por adultos mais velhos.

Outras vacinas

Os reguladores britânicos também analisam a vacina feita pela AstraZeneca e pela Universidade de Oxford, mas o primeiro-ministro, Boris Johnson, alertou que primeiro o país deve "navegar por um inverno rigoroso" de restrições para tentar conter o vírus, até que haja vacina suficiente para todos.

Em 9 de novembro, a farmacêutica norte-americana Pfizer e a parceira biotecnológica alemã BioNTech anunciaram que a sua vacina experimental para a covid-19 tinha 90% de eficácia, partindo da análise de 94 casos da doença.

Mais recentemente, a empresa de biotecnologia norte-americana Moderna informou que sua candidata a vacina é 94,5% eficaz na prevenção da covid-19, tendo em conta a análise de 95 casos.

A Rússia também anunciou que a Sputnik V contra a covid-19, desenvolvida pelo Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya em Moscou, tem eficácia de 95%, segundo resultados preliminares.

O primeiro lote de Sputnik V para o mercado externo chegará às pessoas em janeiro de 2021, com base nos acordos já firmados com parceiros estrangeiros.

O laboratório AstraZeneca e a Universidade de Oxford anunciaram também que sua vacina tem taxa média de eficácia de 70%. 

*Com informações da RTP